Sra. Margareth e Calunga

Hoje, as 18h no Teatro Paulo Autran, Sesc Pinheiros.

Sempre surpreendente.

A Cisne Negro Cia. de Dança não falha!

Ontem estivemos no Teatro Paulo Autran para acompanhar o espetáculo “Sra. Margareth e Calunga”, que são duas propostas bem diferentes, mas ambas brilhantes.

Sra. Margareth é uma adaptação do Coreografo Barak Marshall para a Cisne Negro Cia. de Dança, conceituada num trecho da obra “Monger”, que trata da historia de 10 empregados que vivem num porão, sendo maltratados por uma patroa cruel e abusiva.

Os movimentos são fortes, afiados, estacados, com clareza de detalhes. Percebe-se os afazeres domésticos, o cansaço, a subordinação e mais, os bailarinos desempenham muitíssimo bem a proposta dança-teatro, surpreendendo com as interpretações!

Margareth-cisne-negro-nas-pontas-2 Margareth-cisne-negro-nas-pontas

Já o espetáculo Calunga, criado por Rui Moreira, tem um conceito super brasileiro. Ao som do Maracatu do Chico Rei, os bailarinos encantam. A coreografia retrata o rico folclore brasileiro, trazendo a tona os reis escravos, suas crenças e rituais e, claro, a jamais esquecida busca pela liberdade.

Calunga é uma delicia de assistir, é daquelas coreografias contagiantes, as pessoas tem vontade de levantar e dançar junto, mas ao mesmo tempo não querem se mexer porque um piscar de olhos pode te fazer perder algum daqueles incríveis movimentos!

Calunga-cisne-negro-nas-pontasCalunga-cisne-negro-nas-pontas-2

Fizemos uma cobertura extra, com detalhes dos bastidores, do ensaio e o melhor: entrevistas exclusivas com a direção da Cisne Negro Cia. de Dança e alguns bailarinos. Logo mais aqui no blog!

E semana que vem tem mais! Vamos cobrir TUDO o que for possível dos bastidores de O Quebra Nozes, nosso lindo e tradicional espetáculo que já faz parte da programação de final de ano da cidade de São Paulo.

Deixe uma resposta